Adriana Luz

Para sempre na areia...

Textos

A questão da escrita e da fala
A questão da escrita e da fala.

É que quando se fala, espera-se ser ouvido. Talvez, espera-se uma resposta. E nem sempre a pessoa que ouviu a mensagem tem uma resposta de pronto. De imediato. Às vezes, é preciso parar, pensar. Analisar a mensagem. Para só depois dar um retorno.

Por isso a importância da escrita.

Recebe-se a mensagem.

Lê-se (ou não) naquele momento.

E o texto – depois de lido – é analisado, guardado, grifado, enfeitado, amassado, xingado, rabiscado, rasgado, incendiado...

Mas o interlocutor (o autor da mensagem), não precisa, necessariamente, saber disso... Ele não precisa saber que você, inclusive, chorou sobre aquelas palavras ridículas, mas tão lindas, tão sensíveis, algumas até com erros de grafia, mas tão cheias de poesia e segredos...

Tão particulares...

Ah... a questão da escrita...

Quisera eu nunca precisar me comunicar com palavras...

Ditas.

Mal ditas.

Se a grafia me bastasse...

Talvez eu me comunicasse...

E somente.. com as escritas...

Estas, sim.

Lindas. E bem ditas.

Amém.


(Adriana Luz – 10 de outubro de 2010)
Adriana Luz
Enviado por Adriana Luz em 10/10/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras