Adriana Luz

Para sempre na areia...

Textos

Ciranda


Umas vezes eu queria tanto
E o querer era tamanho
Que não cabia em meu desejo
E por não caber, derramou-se
Como se derrama tudo aquilo que não cabe
Quando se é pouco demais
Para aquele querer...

(Adriana Luz – 08 de fevereiro de 2009)

Adriana Luz
Enviado por Adriana Luz em 08/02/2009


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras