Adriana Luz

Para sempre na areia...

Meu Diário
10/07/2010 11h58
Te amo tanto

O poema abaixo foi escrito por dois alunos>> Mattheus Beck e Filipe Malaquias, numa atividade de sala de aula.

Prometi que o publicaria em meu site como incentivo  à  "veia poética"  dos dois.  :)



Aqui está>>

Te amo tanto

Queria que Deus permitisse que
A distância entre nós, os casados
Fosse os nossos lábios entrelaçados
Para sempre o nosso amor reviver

Meu coração bate forte e liso
Para que seu amor possa senti-lo
Que o seu amor junto ao meu estilo
Nunca morra ou esqueça do riso

Assim como os pássaros sem o céu
Assim como os peixes sem a sua água
Assim como os planetas sem esquema

Posso dizer, tirando meu chapéu
Que sem você eu viverei com mágoas
São palavras escritas no poema.

(Matheus Beck e Filipe Malaquias - 1º 11)

*
*


Publicado por Adriana Luz em 10/07/2010 às 11h58
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras